News Noticias
recent

Tudo passa pela cruz



Quando nos curvamos diante da vida, é sinal de que não nos curvamos diante do Autor dela. Toda nossa insensatez humana está intimamente relacionada à nossa falta de confiança “n’Aquele que nos fortalece” (cf. Filipenses 4,13).

As trevas somente habitarão em nós se fecharmos as janelas para a luz do sol da vida, luz salutar que aquece e ilumina. Lembremo-nos: “Deus é luz” (I São João 1,5).

O sofrimento é um mistério que cerca o ser humano. Insensato é o coração que tenta fugir dele, pois evitá-lo já é sofrer; então, sofra com Deus, porque é mais leve. Tudo para Ele tem um porquê, embora nem sempre possamos sabê-lo nessa vida presente. Um dia, na eternidade, tudo nos será revelado.

Tenhamos confiança, de fato, pois “todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8,28), e bem sabemos que “Deus não permitiria o mal se não soubesse tirar dele um bem maior” (Santo Agostinho). Dê sentido ao sofrimento, e “quando ele bater à sua porta, abra a janela para que você veja a dor do outro” (Padre Fábio de Melo).

Há uma mentalidade nos abordando e dizendo para excluirmos as dores e as amarguras da vida. Ela nos diz que é possível, ao menos, fingi-la, mascará-la. Essa mesma mentalidade diz que viver é prazer. Contudo, a vida em Deus nos diz que prazer é viver e sonhar com a eternidade.

“Porém, segundo Sua promessa, esperamos novos céus e uma nova terra nos quais habitará a justiça” (II Pedro 3.13). Assim vale a pena; aliás, “tudo vale a pena, quando a alma não é pequena” (Fernando Pessoa).

Vejamos: “os sofrimentos da presente vida não têm proporção alguma com a glória futura que nos deve ser manifestada” (Romanos 8,18). Desse modo, muitos querem a ressurreição sem passar pela cruz, “não foi sofrendo e morrendo que Jesus resgatou o mundo?” (Santa Teresinha do Menino Jesus). Sejamos justos conosco e com Deus, quem quer vê-Lo, viva segundo Ele.

Texto de Rodrigo Stankevicz

"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.