News Noticias
recent

Eucaristia torna presente o Sacrifício da Cruz



Originalmente a Sagrada Eucaristia era a oração de ação de graças da Igreja primitiva, precedia a consagração do pão e do vinho, posteriormente a palavra foi conferida a toda a celebração da Santa Missa. A Sagrada Eucaristia é o sacramento em que Jesus entrega o Seu Corpo e o Seu Sangue – Ele próprio, por nós, para que também nos entreguemos a Ele em amor e nos unamos a Ele na Sagrada Comunhão. É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até o Seu regresso, confiando assim à Sua Igreja o memorial da Sua Morte e Ressurreição. É o sinal da unidade, o vínculo da caridade, o banquete pascal, em que se recebe Cristo, a alma se enche de graça e nos é dado o penhor da vida eterna.

“Refletindo sobre este mistério, podemos dizer que Cristo, com a sua vinda, Se colocou em sintonia com a expectativa presente no povo de Israel, na humanidade inteira e fundamentalmente na própria criação. Com o dom de Si mesmo, inaugurou objetivamente o tempo escatológico. Cristo veio chamar à unidade o povo de Deus que andava disperso (Jo 11, 52), manifestando claramente a intenção de congregar a comunidade da aliança para dar cumprimento às promessas feitas por Deus a nossos pais (Jer 23, 3; 31, 10; Lc 1, 55.70). Com o chamamento dos Doze — número que evoca as doze tribos de Israel — e o mandato que lhes confiou na Última Ceia, antes da sua paixão redentora, de celebrarem o seu memorial, Jesus manifestou que queria transferir, para a comunidade inteira por Ele fundada, a missão de ser, na história, sinal e instrumento da reunificação escatológica que n'Ele teve início. Por isso, em cada celebração eucarística, realiza-se sacramentalmente a unificação escatológica do povo de Deus. Para nós, o banquete eucarístico é uma antecipação real do banquete final, preanunciado pelos profetas (Is 25, 6-9) e descrito no Novo Testamento como « as núpcias do Cordeiro » (Ap 19, 7-9) que se hão de celebrar na comunhão dos santos.” (Sacramentum Caritatis de sua Santidade Bento XVI)

Por fim, a Eucaristia nos enche das graças e bênçãos do céu, fortalece-nos para a peregrinação desta vida, faz-nos desejar a vida eterna, unindo-nos desde já a Cristo, sentado à direita do Pai, à Igreja do Céu, a Santíssima Virgem e a todos os santos. A Sagrada Eucaristia é de tal forma a vida dos cristãos que Santo Tomás de Aquino afirmou que ela possui, no fundo, o efeito da transformação do ser humano em Deus, e Santo Inácio de Antioquia ensinou que, nela [Eucaristia], partimos o mesmo pão, que é remédio de imortalidade, antídoto para não morrermos e, dessa forma, vivermos eternamente em Jesus Cristo.

Portanto, o sacrifício de Jesus na cruz torna-se presente durante a consagração do pão e do vinho, ou seja, na Eucaristia, desta forma, os mistérios da Eucaristia são os mistérios do próprio Cristo. Este é um grande dom da nossa fé: crer que, na Eucaristia, Jesus se faz presente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade.
É tão verdade que "a Eucaristia torna presente o sacrifício da Cruz, nos permite viver fielmente em comunhão com Deus. Nutridos por Cristo, nós, seus discípulos, recebemos a missão de ser 'alma' em nossa cidade, fermento de renovação, o pão "partido" por todos, especialmente para aqueles que estão em situação de exclusão, pobreza e sofrimento físico e espiritual. Tornando-nos testemunhas do seu amor." (Papa Bento XVI na Santa Missa da Solenidade de Corpus Christi)

Deus disse tudo isso para te amar e curar!
Lá no fundo do seu coração, deixe brotar uma oração e fale com Deus agora do mesmo jeito que Ele está falando com você. Faz tempo que você não fala com Ele, fale agora.

“Senhor, peço apenas uma coisa, habitar no santuário que é o meu coração, todos os dias da minha vida. Oh! Senhor és minha luz e salvação, a quem temerei? Oh! Espírito Santo preencha o vazio da minha realidade! O Senhor vai envolvendo a mim, os filhos, meu namorado(a), meu esposo(a) e todos os meus familiares. “Eu estou aqui Senhor Cura-me. Eu quero se liberto. Eu estou com dificuldades, angustias, problemas, dificuldades, as tribulações pelas quais estou passando com Sua graça eu vou ser liberto. Amém.

Siga o caminho da oração. As suas feridas serão curadas, os seus traumas serão sanados, e toda a sua vida se encherá de benção. Então é por aqui o caminho. Eu vou te indicar o caminho”. Ore sem sessa.

"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.