News Noticias
recent

Querido Santo António Rogai por nós...



O Papa João Paulo II definiu Santo António como "homem evangélico". Este altíssimo reconhecimento está contido no discurso que o Papa fez em Pádua, no dia 12 de Setembro de 1982, por ocasião da sua memorável visita à Basílica de Santo António.

O Papa diz ainda mais Santo António "Durante toda a sua existência Santo António foi um homem evangélico. E se nós o veneramos como tal, é porque nós acreditamos que o Espírito Santo habitou nele de modo extraordinário enriquecendo-o com os seus maravilhosos dons e levando-o 'a partir de dentro', a exercer uma atividade que foi notável nos 36 anos da sua existência, mas que está bem longe de ser esgotada no tempo - ela permanece, com vigor e providencialmente, ainda nos nossos dias. Queria pedir a todos vós que mediteis exatamente sobre este marco de evangelização. Esse é também a razão pela qual Santo António é proclamado "O Santo".

Sisto V, Papa franciscano, mandou esculpir a oração - chamada também de "lema de Santo António" - na base do obelisco que mandou erigir na Praça de S. Pedro, em Roma.

Eis o original, em latim:

Ecce Crucem Domini!
Fugite partes adversae!
Vicit Leo de tribu Juda,
Radix David! Alleluia!


Eis a tradução:

Eis a cruz do Senhor!
Fugi forças inimigas!
Venceu o Leão de Judá,
A raiz de David! Aleluia !


Esta oração de louvor - ou responso - em honra de Santo António foi redigida por frei Giuliano da Spira. O responso faz parte do "Officium rhythmicum s. Antonii" (Ofício rítmico em honra de Santo António"), que surgiu em 1233, dois anos depois da morte do Santo. É cantado na Basílica de Santo António em Pádua e, em cada terça-feira, em muitas igrejas do mundo inteiro.

Se milagres desejais, recorrei a Santo António Vereis fugir o demónio e as tentações infernais. Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão, e no auge do furacão cede o mar embravecido.
Pela sua intercessão, foge a peste, o erro, a morte, O fraco torna-se forte, e torna-se o enfermo são.
Recupera-se o perdido. Rompe-se a dura prisão, e no auge do furacão cede o mar embravecido.
Todos os males humanos se moderam, se retiram,Digam-no aqueles que o viram, e digam-no os paduanos.
Recupera-se o perdido. Rompe-se a dura prisão, e no auge do furacão cede o mar embravecido.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão, e no auge do furacão cede o mar embravecido.
Rogai por nós, bem-aventurado António
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Santo António Rogai por nós.

Texto extraido do Site Querido Santo António.

Deus abençoe você!!!
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.