News Noticias
recent

Bento XVI celebra 80 anos lembrando João Paulo II



O papa Bento XVI lembrou de seu antecessor João Paulo II na missa que celebrou seu aniversário de 80 anos neste domingo na praça de São Pedro, no Vaticano, contando com a presença de mais de 30 mil pessoas. Numa cerimônia que foi co-celebrada pelos cardeais arcebispos e bispos da Cúria Romana, bispos auxiliares e uma representação de padres da diocese de Roma, Bento XVI disse que João Paulo II gostaria que o segundo domingo de Páscoa fosse celebrado como “a Festa da Divina Misericórdia”.

O papa recordou que Karol Wojtyla viveu na Polônia durante dois regimes ditatoriais e, no contato com a pobreza, a necessidade e a violência, experimentou profundamente “a potências das trevas” que ainda é presente no mundo de hoje. “Ele experimentou também e não menos fortemente a presença de Deus, que se opõe a todas essas forças com o seu poder totalmente diverso e divino: Com o poder da misericórdia”, disse o papa durante a homilia. “É a misericórdia que põe limite ao mal. Nela se expressa a natureza toda peculiar de Deus – a sua santidade, o poder da verdade e do amor”, disse. Religiosos brasileiros.O pontífice foi muito aplaudido quando fez referência aos seus 80 anos. Disse que a liturgia não deveria servir para falar de si, mas que a própria vida pode servir para anunciar a misericórdia de Deus.

Na praça de São Pedro, uma grande presença de pessoas vindas da Baviera, região onde nasceu Joseph Ratzinger na Alemanha, que vieram a Roma especialmente para a celebração dos 80 anos do papa e o segundo ano do seu pontificado, no dia 19 de abril. “João Paulo II era um papa mais aberto”, disse à BBC Brasil Gemma Pasquariello, de 78 anos. “Mas gosto deste papa da mesma forma. Hoje não estava me sentindo muito bem, mas achei que era importante estar aqui.” Muitos religiosos brasileiros também marcaram presença no Vaticano com bandeiras do país. A freira Aparecida Santos, da Congregação Paulina, chegou há três dias em Roma, vinda de Manaus, para participar de um curso.

“Nem sabia do aniversário dele”, disse a freira. “Sinto-me uma privilegiada. Achava João Paulo II muito mais comunicativo, mas para nós que estamos longe, um papa é sempre um papa.” A catarinense Ignês Vian chegou cedo e conseguiu lugar numa das primeiras filas que foram especialmente preparadas para a cerimônia deste domingo. Com uma bandeira do Brasil na mão, ela ainda lembra emocionada de uma foto que tirou ao lado de João Paulo II em 2003. “Deixei o almoço pronto para estar aqui”, disse ela, que trabalha como cozinheira. “O papa é a importância de Cristo na Terra. Trouxe a bandeira para que o papa abençoe o Brasil e meus familiares.”

Público Em seu segundo ano de pontificado, Bento XVI conseguiu reunir 3,4 milhões de pessoas em seus encontros, menos do que no ano de estréia à frente do Vaticano, com mais de 4 milhões. Cerca de 1 milhão de pessoas participaram de suas audiências gerais nas quartas-feiras, 350 mil nas audiências especiais, 536 mil nas celebrações litúrgicas e 1,5 milhão nas orações de Angelus aos domingos. João Paulo II, em seu segundo ano no comando da Igreja Católica, em 1979, contou com 1,6 milhões de pessoas nas audiências gerais.

O vaticano não tem números para os demais encontros nos primeiros anos do papado de João Paulo II. A missa começou às 10h e durou cerca de duas horas. Após o final, Bento XVI fez um longo passeio pela praça no meio dos fiéis, acenando e sorrindo em seu papamóvel aberto. Ele foi muito aplaudido pela multidão.

Fonte: BBC

Deus abençoe você!!!
Gleydson Fundador do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.