News Noticias
recent

Deus, envia-nos sinais!

O Advento é definido como um tempo de espera. E que tipo de espera é esta? Quando falo com alguém sobre este tema, poucos são aqueles que gostam de esperar. A espera deixa-nos ansiosos. Esta ansiedade pode ser boa, quando esperamos alguém ou alguma coisa boa, mas também pode ser má, quando esperamos uma confirmação de algo menos desejável. E se esta "espera" se alonga no tempo, desesperamos...

Vejamos João Batista. Estando ele preso, mandou os seus discípulos perguntar a Jesus se Ele era o Messias ou tinha que esperar outro. Compreendo-o completamente. Também eu, gostaria de ter as respostas para as imensas perguntas que me assaltam hoje. Isto de esperar... A grande diferença entre mim e o Batista é de facto a sua confiança em Jesus. Mesmo preso à espera da morte, dá a Jesus a "última palavra".

A resposta de Jesus é a típica do nosso Deus. Este Deus Criador, que enviou o seu próprio Filho ao mundo e o "deixou" morrer numa cruz - «que é escândalo para os judeus e loucura para os gregos.» (1 Cor 1, 23) - por amor ao ser humano, não é um Deus que se revele por grandes manifestações ou acontecimentos; este Deus que é adorado por cristãos em todo o mundo ao longo dos séculos; este Deus que é venerado em zonas do globo onde os seus crentes são perseguidos, como os coptas no Egipto ou outros por esse Médio Oriente fora, África, Ásia... Este Deus, envia-nos sinais. E muitas vezes, como é difícil ver esses sinais... Já Jesus dizia que todos aqueles milagres, eram sinais.

A repetição anual do Advento, não tem em vista dar-nos problemas de saúde por causa da ansiedade, mas a possibilidade de melhor vermos estes sinais e assim renovar-nos a esperança. A espera exige uma grande força interior para ver estes sinais, agora incompletos, mas que a fé e a esperança já sabem vê-los definitivamente realizados no encontro final com o nosso Deus.

Que este tempo de Advento nos ajude a encontrar estes sinais. E a melhor forma de os ver é a oração.


"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.