News Noticias
recent

Esperando Pentecostes

É categoricamente impossível não perceber como a liturgia pascal vai revelando-nos a Presença do Espírito Santo na vida da Igreja Ressuscitada! Na verdade, é o próprio Divino Espírito que através do Pai e do Filho dá novamente a vida aos homens, mortos pelo pecado, até que ressuscite definitivamente em Cristo os seus corpos mortais (Cf. Rm 8, 10-11). O Espírito Santo é Senhor que dá a vida! O Espírito Santo é Penhor de imortalidade!

O tempo da Igreja tem início justamente com a descida do Espírito Santo em Pentecostes (Cf. At 2). Dali em diante, temos a certeza de que Ele assumiu invisivelmente (mas realmente) a orientação da vida da Igreja e dos cristãos. Sem o Espírito ficaríamos todos eternamente órfãos!

Recordemos um ensinamento importante do Concílio: “Sem dúvida que o Espírito Santo já agia no mundo, antes ainda que Cristo fosse glorificado. Contudo, foi no dia de Pentecostes que Ele desceu sobre os discípulos, para permanecer com eles eternamente (cf. Jo 14, 16)” (Ad Gentes 4).

Na nossa peregrinação terrena, enquanto povo de Deus, durante nossa história pessoal de salvação, precisaremos viver sempre na presença do Espírito Santo, precisaremos sempre estar muito unidos a Ele. Somente diante do Espírito há transformação! O homem abre-se ao perdão e à remissão dos pecados, como testemunham as palavras de Cristo na tarde da Páscoa, somente mediante este encontro com o Espírito Santo! Para este tempo de urgentes mudanças e conversões, necessitamos de uma nova visita, de um novo encontro com o Espírito Santo! E não há tempo melhor do que o Tempo Pascal!

Ao vermos os Evangelhos e o livro dos Atos neste tempo pascal, percebemos o quanto a Presença do Espírito Santo acompanhou o ministério de Jesus. Até a própria teologia hoje afirma que o Espírito Santo, na história da salvação, não é só enviado pelo Filho, mas também para o Filho; o Filho não é somente Aquele que dá o Espírito Santo, mas também Aquele que O recebe! E Jesus, não recebeu o Espírito para si mesmo; na sua humanidade, com efeito, esse Espírito que é Seu, nos é dado Nele e por Ele! Como também nós precisamos da amizade e da companhia do Espírito Santo!

Estás disposto a buscar o Espírito como um sedento e faminto? Deseja ser visitado interior e inteiramente?

Segundo a intuição profética de Elena Guerra, existem quatro condições para recebermos o Espírito Santo: Deseja-Lo e invocá-Lo com fervorosa e perseverante oração; Libertar o coração de todo afeto que não se dirige para Deus; Humilhar-se, reconhecer o nosso nada e a necessidade que temos Dele como Mestre e Prometer-Lhe obediência, preparando-se para fazer e sofrer por tudo que agrada a Deus.

Estejamos unidos a Nossa Senhora para recebermos a graça de uma efusão do Espírito Santo. Como nossos Bispos clamaram em Aparecida, Precisamos de um Novo Pentecostes! Nossa Senhora tem com o Espírito Santo uma relação estreita, absoluta e íntima. Ninguém como Ela foi tão aberta e dócil à Sua ação santificadora. Oremos por um Novo Pentecostes em nosso País, em nossas Arquidioceses, em nossos Grupos de Oração e para toda a Renovação Carismática. Acolhamos o Espírito Santo, celebremos e renovemos o dom de Pentecostes em nós. Traga Ele um novo batismo de luz, fogo, unção, graça, vitória e ressurreição perpétua!  

Texto retirado do site rccbrasil escrito pelo Pe. Eduardo Braga (Pe. Dudu) Arquidiocese de Niteroi / RJ

Deus abençoe você!!! Aleluia, Aleluia, Aleluia!!!
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai 
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.