News Noticias
recent

Dons Carismáticos

O que é um dom?

Significa uma dádiva, é o que se recebe gratuitamente. Dom natural é o que faz parte da essência de um ser. Por exemplo: no homem, a razão; no anjo, a imaterialidade. Dom preternatural é o que excede a natureza de um ser, mas pode ser natural em outro ser. No homem (Adão e Eva, no Paraíso), relativamente ao corpo, esses dons eram a imortalidade e ausência de sofrimento (pois a morte e a dor são apresentadas como consequência do pecado). E em relação à alma, maior domínio do espírito e elevada ciência. Dom sobrenatural é o que ultrapassa as exigências de qualquer natureza criada: a graça de Deus, a intimidade com Ele.

Dons Carismáticos


Dom da fé
: A fé é o dom que recebemos no batismo. Ele cresce em nós a ponto de tornar-se uma fé operativa, não a fé intelectual: "Eu acredito que Jesus pode curar". Não! De tal maneira, estou convencido do poder curador do Senhor, que minha fé me leva a ser instrumento d'Ele. Tudo isso depende de estarmos no Espírito Santo e permanecermos n'Ele.

Dom de interpretação:
Normalmente, nem aquele que fala em línguas nem os outros entendem o que se enuncia. Mas o Senhor, muitas vezes, quer que aquela oração seja de edificação para a comunidade; quer usar o veículo das línguas para falar à comunidade. Então, o Senhor dá, para a mesma pessoa ou a outra, o dom da interpretação. É, portanto, outro dom: o de interpretar - não se trata de tradução. 

Dom da profecia: No dom de línguas, estamos falando a Deus, não aos homens. Mas estes precisam que a mensagem lhes seja anunciada. Daí a importância do que São Paulo diz no trecho acima. Quando Deus nos dá uma palavra de profecia, a assembleia inteira é edificada. Às vezes, temos uma noção equivocada a respeito da profecia ao pensarmos que se trata de adivinhar o futuro. Nada disso: profeta é aquele que fala em nome de Deus, ou melhor, é um instrumento de que Deus precisa.

Dom da cura:
Geralmente, pensamos que a cura é uma coisa extraordinária. Não! Para o povo cristão, a cura que vem por meio de Jesus, é algo normal, ordinário. O problema é que a nossa fé foi se esfriando. Se o Senhor não tem operado curas, milagres, prodígios e sinais, no meio do Seu povo, é porque este não tem acreditado n'Ele.

Dom de línguas:
Quando nós somos batizados no Espírito Santo, a primeira coisa da qual nos enchemos é de oração. E por que isso? Porque o Espírito Santo é a ligação entre o Pai e o Filho. A oração é a comunicação entre o Pai e o Filho; o Filho que fala ao Pai e o Pai que fala ao Filho. A beleza da intimidade, que acontece dentro da Trindade, é feita pelo Espírito Santo. O Espírito Santo é oração. Além disso, Ele é a ligação entre Deus e nós. A oração que vai e a oração que volta.

Dom de milagres:
Ligado à cura está o dom dos milagres. Certas curas são verdadeiros milagres: acontecem imediatamente de maneira extraordinária. O processo de cura é demorado, mas o milagre é imediato. Além dos milagres no campo da cura, há muitos milagres que o Senhor faz em muitos outros campos da nossa vida.

Dom do discernimento: Para possuir discernimento, o básico é aprender a ouvir o Senhor, suas emoções, inspirações. Muitas vezes, o sentimento dentro de nós movendo-nos - "Faça assim, não diga aquilo" -, mas, em geral, sepultamos isso fazendo até o contrário. O Espírito Santo dá o dom do discernimento àqueles que estão n'Ele, imersos, banhados n'Ele. Àqueles que dão tempo à escuta, à oração, à Palavra. Temos de ser dóceis à condução do Espírito.

Dom de ciência: É como um diagnóstico. Deus nos dá um conhecimento que não poderíamos alcançar por nosso próprio esforço. Essa palavra de ciência vem de nós. Chama-se palavra, porque nos é dada por meio de uma expressão, de uma frase ou de uma imagem. Sua função é indicar algo que Deus quer fazer.

Dom de sabedoria: É a sabedoria que vem do Espírito. Esse dom não nos torna autoridades, não nos habilita a falar grosso, na ponta dos pés. Não! É a coisa mais simples do mundo e beneficia não a nós mesmos, mas aos outros. Somos apenas o fio condutor, não nos esqueçamos disso. Às vezes, nem sabemos que aquilo que dissemos ao outro foi uma palavra de sabedoria, nem percebemos que atingiu alguém, que tocou, transformou, tirou da dúvida, tirou da opressão, da desorientação.

"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai  
 
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.