News Noticias
recent

Ouvir a Voz de Deus no Silêncio



É do silêncio que nasce o ouvir. Recentemente, em uma mensagem para o Dia Internacional das Comunicações, o Papa Bento XVI fez essa afirmação: “A relação entre silêncio e palavra: dois momentos da comunicação que se devem equilibrar, alternar e integrar entre si para se obter um diálogo autêntico e uma união profunda entre as pessoas”.

Só posso ouvir a palavra se meus ruídos interiores forem silenciados. Só posso ouvir a verdade do outro se eu parar de tagarelar. Quem fala muito não ouve. Aprende com o silêncio a ouvir os sons interiores da sua alma, a calar-se nas discussões e assim evitar tragédias e desafetos, aprende com o silêncio a respeitar a opinião dos outros, por mais contrária que seja da sua, aprende com o silêncio a aceitar alguns fatos que você provocou, a ser humilde deixando o orgulho gritar lá fora, aprende com o silêncio a reparar nas coisas mais simples.

“O silêncio é parte integrante da comunicação e, sem ele, não há palavras densas de conteúdo”, afirma também o Santo Padre Papa Bento XVI. Se esse silêncio faz bem na comunicação entre os homens, ele é muito mais importante no nosso relacionamento com Deus, assim diz o Santo Padre: “Se Deus fala ao homem mesmo no silêncio, também o homem descobre no silêncio a possibilidade de falar com Deus e de Deus. Temos necessidade daquele silêncio que se torna contemplação, que nos faz entrar no silêncio de Deus e assim chegar ao ponto onde nasce a Palavra, a Palavra redentora” (Homilia durante a Concelebração Eucarística com os Membros da Comissão Teológica Internacional, 6 de outubro de 2006).

Para ouvir as vozes do silêncio, ou melhor, a voz de Deus no silêncio será necessário aprendermos a conviver em harmonia com a palavra e o silêncio, no qual um não exclua o outro, mas que, em perfeita complementaridade, formem juntos uma fecunda comunicação do homem com Deus através da adoração.

É nesse silêncio que se ouve a melodia que não havia. “"Quando envolvia silêncio pacífico todas as coisas ... a tua Palavra onipotente lançou do céu" (cf. Sab 18,14-15). (...)Para reconhecer isso no mundo, de fato, na ação pública que é a sagrada liturgia, precisamente por causa da presença é necessária para "manter a calma!, Ie silêncio. Você precisa ouvir o silêncio, como o início de um concerto, caso contrário, adoração, ou seja, a relação cultivada profunda com Deus, não pode começar, você não pode "segurar".” ( ESCRITÓRIO de Celebrações Litúrgicas do Papa. O silêncio sagrado na liturgia, 2011)

Desejo a você uma profunda experiência da escuta desse silêncio de Deus, pois quem aprende a ouvi-Lo, sempre fala melhor. Podemos até perguntar: “Que segredo pode ser mantido sem o silêncio? O segredo de consciência em que você pode ouvir a voz de Deus no silêncio da noite para Samuel. Precisamos de silêncio para que Deus possa falar e ouvimos.” afirma também o pontífice.

"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.