News Noticias
recent

O Namoro é um desafio


O maior limite de um namoro é o relacionamento entre duas pessoas de histórias diferentes. Parece que cada uma arranca a vida do outro quando não é a pessoa certa a se colocada na vida da outra. Quando a namorado(a) fala um desaforo para gente, esbarra na nossa ferida. Muitas vezes não gostamos de esbarrar em nossos limites, mas precisamos tocá-los.

Para sermos curados de nossas arretas e nos prepara para um futuro casamento precisamos esbarrar em nossos limites. Vejamos que a morte de Jesus decepcionou os discípulos. Porque eles não haviam entendido. Voltam à antiga vida, porque perderam a "assessoria" que tinham.
Para o namoro cristão, o assessor principal é Cristo! Ele que te dá condição de você exercer e conhecer a cada dia a pessoa do seu lado e você mesmo. É a voz Deus que você precisa ouvir, é o exemplo Dele que você precisa seguir.

Você experimenta a solidão na sua vida e lamenta a falta de pessoas. Quantas vezes você se perde em você mesmo porque não tem alguém ao seu lado para lhe dizer "faça assim", "vá por esse caminho". E o que você mais precisaria, era alguém que olhasse nos seus olhos e lhe ajudasse a tomar a decisão certa.

Se você tem muito mais limites, suas lutas serão maiores também. Os vícios entram na vida de um casal quando não sabemos lidar com os limites que temos. Um bom namoro acontece quando o casal está ligado intimamente com Deus e com certeza se cria um ambiente de harmonia conjugal e digo conjugal sem queimar etapa.

Nós precisamos viver um tempo de espera. Quando entramos na vida de comunidade vivemos um tempo de pré-noviciado e noviciado, que é um tempo de formação intensa para conhecermos o carisma da comunidade. Um tempo propício para conhecê-la mais a fundo, por isso, vive-se nesse tempo sem namorar. Podemos até sentir alguma coisa por alguma pessoa, como é o caso de muitos irmãos, mas não podemos manifestar os nossos sentimentos pela pessoa. E após esse tempo de espera, nós pudemos conversar para expor nossos sentimentos um para o outro. E aí surgi o verdadeiro amor, não uma paixão passageira, mas sim o Amor que diz tudo que foi viver esse tempo de espera.

Na hora da dor que sentimos pela perca da namorada ou namorado vivemos um luto passageiro aonde aprendemos a renascer para um novo amor. E quando digo um novo amor e um novo amor... O interessante e que nascem nas dores, morrem no dia seguinte. Porque Deus nos prepara para uma vida nova.

O namoro é um desafio de tirarmos os pesos que pesam sobre a humanidade, é o alívio de Deus na experiência humana. É ter a possibilidade de proclamar com o corpo e com a santidade que Deus é redentor e que o limite estabelecido é o lugar onde a redenção acontece.

O que hoje você poderia pedir que Deus pudesse modificar em você? Qual é a arte que Deus poderia fazer em você hoje? Nós muitas vezes somos como uma pedra, um mármore que precisa ser talhado. Hoje Deus está aqui e quer nos atingir, quer tirar de nós todos os "excessos", todas as "arestas" que fazem com que nos esbarremos sem alcançar aquilo que precisamos. Viver um namoro santo e melhor um namoro trinitário.

O seu caminho é o Cristo, o seu destino é o Cristo!

"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.