News Noticias
recent

A Família, Transmissora dos Valores e Virtudes Humanas


A família, nascida da íntima comunhão de vida e de amor conjugal fundada sobre o matrimônio entre um homem e uma mulher, é o lugar primário das relações interpessoais, o fundamento da vida das pessoas e o protótipo de toda organização social. Este berço de vida e de amor é o lugar apropriado no qual o homem nasce e cresce, recebe as primeiras noções da verdade e do bem onde aprende o que quer dizer amar e ser amado e, por conseguinte, o que quer dizer ser pessoa. A família é a comunidade natural onde se tem a primeira experiência e a primeira aprendizagem da sociabilidade humana, pois nela não só se descobre a relação pessoal entre o “eu” e o “você”, mas também se dá o passo ao “nós”. A entrega recíproca do homem e da mulher unidos em matrimônio, cria um ambiente de vida no qual a criança pode desenvolver as suas potencialidades, tomar consciência da sua dignidade e preparar-se para afrontar o seu destino único. Neste clima de afeto natural que une os membros da comunidade familiar, cada pessoa é reconhecida e responsabilizada na sua singularidade.

A família educa o homem segundo todas as suas dimensões rumo à plenitude da sua dignidade. É o âmbito mais apropriado para o ensinamento e transmissão dos valores culturais, éticos, sociais, espirituais e religiosos, que são essenciais para o desenvolvimento e bem-estar tanto dos seus próprios membros como da sociedade. De fato, é a primeira escola das virtudes sociais, que todos os povos necessitam. A família ajuda a que as pessoas desenvolvam alguns valores fundamentais que são imprescindíveis para formar cidadãos livres, honestos e responsáveis, por exemplo, a verdade, a justiça, a solidariedade, a ajuda ao débil, o amor aos outros por si mesmos, a tolerância, etc.

A família é a melhor escola para criar relações comunitárias e fraternas, frente às atuais tendências individualistas. De fato, o amor – que é a alma da família em todas as suas dimensões – só é possível se houver entrega sincera de si mesmo aos outros. Amar significa dar e receber o que não se pode comprar nem vender mas só presentear livre e reciprocamente. Graças ao amor, cada membro da família é reconhecido, aceitado e respeitado em sua dignidade. Do amor nascem relações vividas como entrega gratuita, e surgem relações desinteressadas e de solidariedade profunda. Como a experiência o demonstra, a família constrói cada dia uma rede de relações interpessoais e prepara para viver em sociedade em um clima de respeito, justiça e verdadeiro diálogo.

A família ajuda a descobrir o valor social dos bens que se possuem. Uma mesa, na que todos compartilham os mesmos alimentos, adaptados à saúde e à idade dos membros é um exemplo, simples mas muito eficaz, para descobrir o sentido social dos bens criados. A criança vai incorporando assim critérios e atitudes que o ajudarão mais adiante nesta outra família mais ampla que é a sociedade.
Extraído do site do Vaticano
"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.