News Noticias
recent

Sacramento da Penitência



Dizendo isto soprou sobre eles e disse: Recebei o Espírito Santo; aqueles a quem perdoardes os pecados, os pecados ser-lhes-ão perdoados; aqueles aos quais os retiverdes, ser-lhes-ão retidos (Jo 20,22-23).

Cristo instituiu o sacramento da Penitência para todos os membros pecadores de sua Igreja, antes de tudo para aqueles que, depois do Batismo, cometeram pecado grave e com isso perderam a graça batismal e feriram a comunhão eclesial. É a eles que o sacramento da Penitência oferece uma nova possibilidade de converter-se e de recobrar a graça da justificação. Os Padres da Igreja apresentam este sacramento como à Segunda tábua (de salvação) depois do naufrágio que é a perda da graça (Conc. Trento, DS 1542).

Quem peca fere a honra de Deus e seu amor, sua própria dignidade de homem chamado a ser Filho de Deus e a saúde espiritual da Igreja, da qual cada cristão é uma pedra viva. Aos olhos da fé nenhum mal é mais grave do que o pecado, e nada têm conseqüências piores para os próprios pecadores, para a Igreja e para o mundo inteiro.

O sacramento da penitência é constituído de três atos do penitente e da absolvição dada pelo sacerdote. Os atos do penitente são o arrependimento, a confissão ou manifestação dos pecados ao sacerdote e o propósito de cumprir a penitência e as obras de reparação.

Somente os sacerdotes que receberam da autoridade da Igreja a faculdade de absolver podem perdoar os pecados em nome de Cristo.

Os efeitos espirituais do sacramento da Penitência são:

Pois a Palavra de Deus é a luz de nosso caminho; é preciso que a assimilemos na fé e na oração e a coloquemos em prática. É preciso ainda que examinemos nossa consciência confrontando-nos com a Cruz do Senhor. Somos assistidos pelos dons do Espírito Santo, ajudados pelo testemunho e conselhos dos outros e guiados pelo ensinamento autorizado da Igreja (DH, 14).

Aquele que quiser obter a reconciliação com Deus e com a Igreja deve confessar ao sacerdote todos os pecados graves que ainda não confessou e que se lembra depois de examinar cuidadosamente sua consciência. Mesmo sem ser necessário em si às confissões das faltas veniais, a Igreja não deixa de recomenda-la vivamente.

Mas precisamos ter consciência que este sacramento veio de Deus e não do homem. Procure um sacerdote e confesse seus pecados e volte para Deus correndo, porque melhor lugar e os braços de Deus. Viva uma vida no Amor e na paz gozando das graças de Deus Pai.

Deus abençoe você!!!
Fundador Blog Verbo Pai Gleydson
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.