News Noticias
recent

Genuína Fé em DEUS

Acima de tudo, veneráveis ​​irmãos, tomar cuidado para que a fé em Deus, primeira e insubstituível fundamento de toda religião permanece pura e integral nas regiões alemãs. não pode ser considerada como um crente em Deus, que usa o nome de Deus retoricamente, mas aquele que se junta a esta palavra venerável uma noção verdadeira e digna de Deus.

Quem, com uma confusão panteísta, identifica Deus com o universo, materializando Deus no mundo ou endeusamento do mundo em Deus, ele não pertence aos verdadeiros crentes.

Tampouco é que, seguindo uma suposta pré - concepção cristã da antiga germânica, coloca a Deus o destino bastante sombrio e impessoal pessoal, negando sabedoria e providência, divina que atinge poderosamente de um para o outro extremo ( Sat 8 1) e dirige -o para um bom efeito. Que o homem não pode fingir ser contado entre os verdadeiros crentes.

Se a raça ou pessoas, se o Estado ou uma forma particular da mesma, se os representantes do poder do Estado ou de outros elementos fundamentais da sociedade humana tem na ordem natural como um elemento essencial e digno de respeito, no entanto, que o início desta escala elevando terrena valores para o poder supremo de todos, mesmo dos valores religiosos e divinizándolos com culto idolátrico, capotagens e falsifica a ordem criada e imposta por Deus, está muito longe da verdadeira fé e uma concepção de vida sob esta.

Mantenha relógio, veneráveis ​​irmãos, cuidadosamente contra o abuso crescente, manifestado em palavras e por escrito, para usar o nome Deus três vezes santo como um sentido tag vazio para um produto mais ou menos arbitrária de especulação ou aspiração humana; e ver que tal aberração encontrado entre o vigilante fiel que merece condenação. Nosso Deus é o pessoal, transcendente, Deus onipotente, infinitamente perfeito, único na trindade de pessoas e três na unidade da essência divina, criador do universo, senhor, rei e fim último da história do mundo, que não ele suporta, nem pode admitir outros deuses ao lado dele.

Este Deus deu Seus mandamentos soberanamente mandamentos independentes de tempo e espaço, região e raça. Como o sol de Deus brilha igualmente sobre a humanidade e sua lei não reconhece privilégios, nem excepções. Governantes e governados, coroados e sem coroa, grandes e pequenos, ricos e pobres dependem tanto em sua palavra. De todos os seus direitos de Criador essencialmente deriva sua obediência absoluta demanda dos indivíduos e toda a sociedade. E essa demanda obediência absoluta estende-se a todas as esferas da vida, em que as questões de ordem moral que exigem conformidade com a lei divina e, por esta razão, a harmonia dos sistemas humanos mutáveis ​​com todo o imutável ordens divinas.

Mentes apenas superficial pode cair no erro de falar de um Deus nacional, de uma religião nacional, e assumir a tarefa de aprisionar louco dentro dos limites de um povo na estreiteza étnica de uma única raça, Deus, criador do mundo, rei e legislador das nações, antes de cuja grandeza as nações são como gotas de água no caldeirão ( é 40, 5).

Os bispos da Igreja de Cristo no comando das coisas que se parecem a Deus ( Hb 5.1), devem ser monitorados de modo a que nenhuma raiz entre os fiéis estes erros perniciosos, que muitas vezes seguem práticas ainda mais perniciosos. Convém a seu ministério sagrado fazer todo o possível para que os mandamentos de Deus são considerados e praticados como inconcusas obrigações de uma vida moral e ordenada, tanto privados como públicos; de modo que os direitos da majestade divina, o nome e a palavra de Deus não seja profanado (cf. Tit 2,5); em blasfêmias contra Deus em palavras, escritos e imagens, por vezes muitos como a areia do mar, estão reduzidos ao silêncio, e que contra a tenaz e insidiosa daqueles que negam espírito, ultrajar e odeiam a Deus, nunca mais definham oração reparadora dos fiéis, que, como incenso, elevar continuamente o Altíssimo, parando a mão vingadora.

Nós te damos graças, veneráveis ​​irmãos, a vós, aos vossos sacerdotes e todos os fiéis que, defendendo os direitos da Divina Majestade contra um neo-paganismo provocante, apoiado infelizmente, muitas vezes por personalidades influentes, de ter cumprido e estão cumprindo seu dever cristãos. Esta gratidão é particularmente íntimo e cheio de admiração por todos reconhecido que no cumprimento deste dever ter sido dignos de sofrer pela causa de Deus sacrifícios e dores.

Fonte: Carta Encíclica Mit Brennender Sorge do Papa PIO XI

"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.