News Noticias
recent

Vocação dos Pais

A primeira palavra é vocação. São Paulo escreveu que de Deus deriva toda a paternidade (cf. Ef 3, 15) e podemos acrescentar também toda a maternidade. Todos somos filhos, mas tornar-se pai e mãe é uma chamada de Deus! É uma vocação. Deus é o amor eterno, que se doa incessantemente e nos chama à assistência. Contudo, é um mistério que a Providência quis confiar em particular ao homem e à mulher, chamados a amar-se totalmente e sem reservas, cooperando com Deus neste amor e na transmissão da vida aos filhos. O Senhor escolheu-vos para que vos ameis e transmitais a vida. Estas duas situações são a vocação dos pais. É uma chamada belíssima porque nos faz ser, de modo totalmente especial, imagem e semelhança de Deus. Tornar-se pai e mãe significa deveras realizar-se plenamente, porque consiste em tornar-se semelhante a Deus. Isto não se diz nos jornais, não se divulga, mas é a verdade do amor. Ser pai e mãe torna-nos muito semelhantes a Deus.

Como pais, sois chamados a recordar a todos os baptizados que cada um, mesmo se de modo diverso, é chamado a ser pai ou mãe. Até um sacerdote, uma religiosa, um catequista são chamados à paternidade e à maternidade espiritual. De facto, um homem e uma mulher decidem construir uma família porque Deus os chama depois de os fazer experimentar a beleza do amor. Não a beleza de uma paixão, de um entusiasmo às vezes passageiro: a beleza do amor! E devemos descobrir isto todos os dias. Deus chama a tornar-se pais — homens e mulheres — que crêem no amor, na sua beleza. Gostaria de vos perguntar, mas não respondais, por favor: credes na grandeza do amor? Tendes fé nisto? Tendes fé? Esta deve ser uma fé quotidiana. O amor é bonito inclusive quando os pais discutem; é bom porque no final fazem as pazes. É muito bom obter paz depois de uma guerra! Tão bom! A do amor conjugal é uma beleza que nem as maiores dificuldades da vida são capazes de obscurecer...

Certa vez, um menino disse-me: «Que bonito, os meus pais deram-se um beijo!». É bom quando os filhos vêem que o pai e a mãe se beijam. Bom testemunho.

Os vossos filhos, queridos pais, precisam de descobrir, olhando para a vossa vida, que é bonito amar-se. Nunca vos esqueçais que os vossos filhos olham sempre para vós. Recordais-vos daquele filme de há cerca de vinte anos que se chamava «Da criança que nos olha»? As crianças olham. Olham para tudo e quando vêem que o pai e a mãe se amam, crescem naquele clima de amor, de felicidade e também de segurança, porque não sentem medo: sabem que estão seguras no amor do pai e da mãe. Permiti que eu diga algo desagradável, pensemos em como sofrem as crianças quando vêem o pai e a mãe, todos os dias, discutirem, insultarem-se, até agredirem-se... Mas pai e mãe, se cairdes nestes pecados, considerai que as primeiras vítimas são precisamente os vossos filhos, a vossa própria carne? É horrível pensar nisto, mas é a realidade... As crianças olham para nós. Não vos vêem só quando lhes ensinais algo. Olham para vós quando falais um com o outro, quando voltais do trabalho, quando convidais os vossos amigos, quando repousais. Elas procuram colher no vosso olhar, nas vossas palavras, nos vossos gestos, se sois felizes por serdes pais, se sois felizes por serdes marido e esposa, se acreditais que existe a bondade no mundo. Indagam-vos — não só olham para vós, indagam-vos — para ver se é possível ser bom e se é verdade que com o amor recíproco se supera qualquer dificuldade.

Para um filho não há ensinamento e testemunho maiores do que ver os próprios pais que se amam com ternura, se respeitam, são gentis entre si, se perdoam reciprocamente; isto enche de alegria e de felicidade autêntica o coração dos filhos. Os filhos, antes de viver numa casa feita de tijolos, habitam noutra casa, ainda mais essencial: moram no amor recíproco dos pais. Pergunto-vos, cada um responda no seu coração: os vossos filhos habitam no vosso amor recíproco? Os pais têm a vocação de se amar. Deus semeou no vosso coração a vocação ao amor, porque Deus é amor. E esta é a vossa vocação, dos pais: o amor. Mas pensai sempre nas crianças, pensai sempre nelas!


"Deus vos abençoe!!!"
Fundador Gleydson do Blog Verbo Pai
Verbo Pai

Verbo Pai

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.